Quanto Custa Um Bolo Caseiro?

Quanto Custa Um Bolo Caseiro
Quanto custa um bolo caseiro sem cobertura? – Na média geral, um bolo caseiro sem cobertura é vendido por cerca de R$ 14 Reais. Então mesmo que a gente cobre esse preço no bolo, ainda assim estaremos lucrando R$ 5 Reais em cada bolo. Porém esse é só um exemplo, já que o preço final do produto é você que vai determinar.

Contents

Qual o valor que posso vender bolo caseiro?

Agora que você já sabe como calcular o custo do bolo caseiro , será necessário definir o preço de venda do produto. No entanto, isso vai variar bastante e cada pessoa coloca o preço que achar melhor. O mais importante é você saber exatamente qual o custo para produzir o bolo, porque o lucro será você que vai definir.

No nosso exemplo acima, o custo para produzir o bolo foi de R$ 9 Reais, portanto se você vende-lo por cerca de R$ 18 Reais estará obtendo um lucro muito bom na venda do bolo caseiro. Isso é o que a maioria dos vendedores de bolos caseiros fazem, sendo que metade do preço do bolo é o custo de produção e a outra metade é o lucro.

Na média geral, um bolo caseiro sem cobertura é vendido por cerca de R$ 14 Reais. Então mesmo que a gente cobre esse preço no bolo, ainda assim estaremos lucrando R$ 5 Reais em cada bolo. Porém esse é só um exemplo, já que o preço final do produto é você que vai determinar. Desejo muito sucesso e se você precisar de mais informações para começar com sucesso nessa área, basta se inscrever no Curso Faça e Venda Bolos Caseiros , que lá é ensinado tudo em detalhes! .

Quanto pode custar um bolo?

Afinal, qual é o preço de bolo de aniversário? – Em algumas regiões e em confeitarias mais renomadas o preço do quilo do bolo varia de R$45,00 a R$60,00. É muito difícil uma pessoa encomendar um bolo de apenas 1kg, já que para festas é necessário um bolo maior. O mais comum é encomendas de até 3kg, ou seja, é muito lucrativo. Uma coisa que vale a pena frisar aqui é que o preço depende muito do seu tipo de público-alvo.

Por exemplo, se você mora em uma cidade grande, pode até cobrar um valor mais alto. No entanto, precisará de diferenciais competitivos para ter sucesso. Se você mora em uma cidade pequena e manter a alta qualidade dos seus bolos, chegará um momento em que você poderá cobrar alto que ninguém irá reclamar.

Isso se chama valorização do seu produto. Mas para começar, sugiro que faça uma precificação que envolva todos os custos gerados no seu trabalho, desde a produção dos bolos, estoque, embalagem de bolos, entregas, funcionários, gastos invisíveis etc. Quando falo em gastos invisíveis quero dizer água, luz, gás, manutenção, dentre outros custos que podem passar desapercebidos na hora de determinar o preço. 😉 Outro fator que precisa ser analisado antes de colocar o preço final no seu bolo é quantos andares ele será. O valor poderá ser dobrado, ou se quiser, pode dar descontos para clientes fiéis ou para compras em massa. Em geral, um bolo de aniversário de dois andares pode custar até R$150,00 nas melhores confeitarias do Brasil. Vale levar em conta se o pedido do cliente é tendência ou não. .

Qual o tamanho do bolo caseiro para vender?

A melhor forma para bolos caseiros Os tamanhos mais utilizados são as formas que vão de 22 cm a 24 cm de diâmetro.

Qual o valor de uma fatia de bolo caseiro?

Sua leitura i O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos.

Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar.

Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal. Fechar A matéria que você está lendo agora +0 Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal. Que tal saber mais sobre esse assunto? | Foto: Divulgação Nada melhor do que a combinação de café quentinho e uma fatia de bolo , não é? E muita gente compartilha da mesma opinião. Segundo dados do Sebrae , em pesquisa realizada em 2018, os bolos em fatia representavam cerca de 10% do faturamento das cafeterias ao redor do país. Portanto, se você tem uma cafeteria e não tem o know how para produzir seus próprios bolos, contar com um fornecedor de qualidade pode ser uma excelente estratégia para aumentar o ticket médio.

Em Curitiba , a Cheiro de Bolo oferece mais de 20 opções de bolos caseiros tradicionais e especiais (como àqueles que vêm com calda ou ingredientes especiais), além de bolos salgados. Vender bolo em fatia representa uma porcentagem alta de lucratividade para sua empresa.

Um bolo inteiro de cenoura (com bastante calda de chocolate , como os clientes costumam adorar), custa em média R$ 28 e você poderá vender cada pedaço de bolo por uma média de R$ 7 a R$ 12 (dependendo da região em que esteja). Vendendo apenas 4 fatias você já cobre o valor do bolo.

You might be interested:  Aparelho Que Faz Sorvete De Frutas?

Qual o valor de um bolo de fubá?

Casa de Bolos Fernando Moraes/ Publicidade Publicidade Nada de pasta americana, glacê e marshmallow. Os bolos que você vai conhecer abaixo parecem tirados do caderno de receitas de uma avó: têm a massa fofa e deixam de lado recheios e coberturas incrementados. São perfeitos para acompanhar um cafezinho coado. + Sorveteria Le Botteghe Di Leonardo abre loja em Higienópolis Esses doces são vendidos inteiros, para levar para casa. Veja abaixo onde encontrar bolos de massa simples vendidos inteiros: Bolo de limão, da Bolo à Toa – COMIDINHAS 2236 ■ Bolo à Toa : sob o comando dos irmãos Renata Frioli e Marcelo Grosso, a marca segue firme mesmo com a proliferação das franquias do gênero. As receitas da avó da dupla inspiram os bolos, que ficam expostos em uma mesona de madeira e são embalados na hora do pedido. Há sabores como bolo de chuva (R$ 30,00), laranja (R$ 20,00), bolo de iogurte com amora (R$ 25,00) e de paçoca (R$ 25,00. ■ Bolo & Bule : o pequeno salão de decoração delicada acomoda poucas mesinhas e cadeiras coloridas e, à esquerda, uma estante com pães.

E fazem tanto sucesso nas vitrines de algumas lojas especializadas que estão sempre frescos e quentinhos. A especialidade do lugar, porém, são os bolos, muito benfeitos. O de banana não leva glúten nem lactose e, mesmo assim, é macio e molhadinho (R$ 38,00).

ELA ME PERGUNTOU POR QUANTO VENDER OS BOLOS CASEIROS? 2 ANOS VENDENDO BOLOS SEM SABER I Polly Belem

Se quiser ainda provar uma versão salgada, experimente o bolo de queijo com ervas aromáticas (R$ 45,00). Bolovers ■ Bolovers : bolos tradicionais, como fubá, laranja e cenoura (R$ 25,00 cada um), são assados em duplas no forno convencional a gás. Não tenha medo de arriscar em pedidas como batata-doce e gengibre (R$ 35,00). Fiel à fruta, a versão de ameixa (R$ 28,00) com calda do mesmo ingrediente surpreende pela maciez Continua após a publicidade ■ Casa de Bolos : a onda de endereços especializados em bolos caseiros parece ter dado uma amainada, mas essa rede de Ribeirão Preto (SP), não para de ganhar lojas pelo país.

  1. Haja fermento! De massa fofa e aroma de fruta fresca, o cliente pode levar o bolo de laranja;
  2. Custa R$ 13,00, o mesmo preço da versão de fubá com erva-doce, comedida na quantidade de açúcar;
  3. Quem prefere algo mais meloso, pode levar para casa o de churro, que exibe massa com canela e recheio de doce de leite (R$ 20,00);

Há também novidades: bolo de bem casado (R$ 20,00), bolo de leite Ninho (R$ 22,00) e de iogurte com limão (R$ 14,00). ■  Julice Boulangère : é agradável sentar em uma das mesinhas e pedir ovos mexidos e suco de laranja pela manhã, mas também é imperdível sair sem provar ali mesmo o bolo de cenoura com gotas de chocolate (R$ 15,20; 180 gramas).

  • Por encomenda, o casa faz também por quilo;
  • ■ Le Délice : a pequena loja de Andrea Gatti tem uma variedade de bombons feitos com matéria prima belga;
  • Em seu repertório, há também bolo de brigadeiro disposto em três tamanhos para o cliente levar pra casa: 1,2 quilo (R$ 70,00), 1,5 quilo (R$ 105,00) e 2 quilos (R$ 130,00);

Há opções em bolos de pote repletos de brigadeiro cremoso, que podem ter massa de chocolate ou de cenoura (R$ 16,00). Para acompanhá-los, a doceria oferece caldas de amora ou de chocolate (R$ 22, o pote com 240 gramas). Mercadinho Dalva e Dito ■ Mercadinho Dalva e Dito : instalado na lateral do restaurante brasileiro homônimo, nos Jardins, reúne alguns produtos de mercearia de interior. Leve os bolos inteiros de cenoura cobertos por calda de chocolate meio amargo (R$ 24,00) e de massa de chocolate com pedaços de banana (R$ 14,00). Além dessas, há outras duas opções: maçã com canela (R$ 14,00) e fubá (R$ 9,00). Uma surpresa: bolo de abobrinha com castanha-do-pará ( R$ 14,00).

■ Tradicional Bolos Caseiros : em todas as unidades da marca, que só em São Paulo somam mais de vinte, os bolos são feitos do zero. Isso significa quebrar os ovos, adicionar farinha, bater a massa… Tal cuidado garante o gostinho caseiro das receitas, que são invariavelmente vendidas inteiras.

Agradam as versões de milho (R$ 17,00), cuja massa pode ser incrementada por colheradas de requeijão (R$ 17,50), e a mesclada de cenoura e chocolate (R$ 18,00). O bolo de fubá ganha múltiplas possibilidades, como a adição de pedaços de goiabada (R$ 15,00) ou de um afetivo perfume de erva-doce (R$ 14,00). Vila Chocolat – bolo ■ Vila Chocolat : não só os chocolates reluzem na loja. Com jeitão de bolo caseiros, são sabores como churros, chocolate belga com gotas de chocolate, iogurte com limão-siciliano, cenoura, laranja e banana com canela que também fazem sucesso. Os clientes podem levar para casa em tamanhos de até 400 gramas, por R$ 20,00, ou entre 600 gramas e 800 gramas, por R$ 40,00. Continua após a publicidade

  • bolo
  • comidinhas
You might be interested:  De Que É Feita A Casquinha De Sorvete?

Como calcular o valor de um produto feito em casa?

Qual o valor de um bolo de milho?

R$ 21,90.

Como cobrar bolo por tamanho?

A pergunta mais freqüente, especialmente para quem esta começando a trabalhar com bolos é esta – quanto devo cobrar??? A resposta, simples, porém um pouco decepcionante, é – ninguém pode te dizer exatamente o quanto você deve cobrar…assim como vários outros negócios, o valor muda radicalmente dependendo do local em que você se encontra e do público que você atende.

Mas como artistas que somos, fica um pouco mais difícil ainda de colocar o preço corretamente. Confira algumas das perguntas mais comuns e as respostas. Será que estou cobrando muito caro pelos bolos? R. Provavelmente não.

A maioria das vezes, especialmente entre quem esta começando, é o oposto. Estão cobrando muito pouco. Como estou começando não me sinto bem em cobrar muito pelo meu trabalho. É normal quando estamos começando de nos sentirmos um pouco inseguras em relação ao trabalho, e portanto hesitantes em cobrar o valor de mercado.

  • Mas lembre-se que você deve ser o principal critico do seu trabalho e quando achar que desenvolveu suficiente habilidade deve cobrar o valor correto;
  • Quando você valorizar e cobrar apropriadamente pelo seu trabalho o seu cliente também vai sentir o mesmo;

Aprendi em vários cursos que o correto é calcular o valor dos ingredientes e multiplicar por 3. Está certo este cálculo? R. Eu sou radicalmente contra este tipo de calculo, pois você vai com certeza cobrar muito menos do que deveria. O custo dos ingredientes não reflete em nada o custo da mão de obra, que no caso de bolos decorados, é muito maior do que o valor dos ingredientes, por melhor e mais caro que sejam.

Ou seja, o custo do bolo não tem nada a ver com os ingredientes utilizados mas com a mão de obra especializada e o tempo gasto para fazer a decoração. Portanto economizar nos ingredientes também não é nada aconselhável pois irá perder na qualidade do produto.

Cobre um valor que seja justo e te permita utilizar os melhores ingredientes possíveis para não comprometer a qualidade do produto. Devo cobrar o bolo por kilo? R. Acredito firmemente que NÃO. Sugiro que você cobre por bolo. Para isto utilize a tabela de fatias para determinar o tamanho do bolo.

Calcule também quanto irá gastar com ingredientes e a dificuldade e o tempo que irá gastar com a decoração. A partir disto calcule um valor que considere justo e passe ao cliente. Assim ele já sabe exatamente quanto vai pagar pelo bolo e você já sabe exatamente quanto vai receber, sem ter que ficar pesando e se preocupando com isto.

Pode parecer um pouco difícil no começo fazer este calculo, porém você logo perceberá a relação entre mão de obra/custo e tudo ficará muito claro. Com isto você também ficará mais segura na hora de passar o valor e terá argumentos para explicar que está cobrando pelo trabalho todo, como um pintor que cobra pela obra completa e não pela tinta e tela que usou.

  • Devo levar em consideração o que outros estão cobrando na minha área? R;
  • Com certeza é importante fazer uma pesquisa e levar isto em consideração quando for estabelecer os seus valores;
  • Lembre-se porém que quanto melhor e mais diferenciado for o seu produto, também diferenciado deverá ser o valor cobrado;

Conhecer os seus clientes também é fundamental. Devo levar em consideração o valor cobrado em padarias ou supermercados na hora de cobrar pelo meu bolo? R. Não. Neste locais o bolo é feito de maneira totalmente diferente, em grande escala, normalmente utilizando recheios e coberturas com produtos artificiais para aumentar o rendimento e diminuir o trabalho.

  1. Não da para comparar com um bolo feito especialmente para determinada ocasião, com os melhores ingredientes e com decoração e acabamentos personalizados;
  2. Devo cobrar a mais por um bolo de casamento? R;
  3. Na verdade não exatamente a mais apenas por ser um bolo de casamento;
You might be interested:  Quanto Tempo Dura Um Bolo Falso De Pasta Americana?

Mas quando passar o valor do bolo leve em consideração também a entrevista com a noiva e a mãe da noiva (sem contar as amigas), que vai demorar no mínimo 2 horas, a degustação  e também a entrega. Como bolos de casamento são normalmente com vários andares, diferente de um bolo de festa, a entrega também vai ser mais trabalhosa e muitas vezes requer a sua presença.

E isto tem um custo extra é claro. E se eu cobrar o valor que eu acho justo e perder a venda? R. Eu pessoalmente acho muito melhor perder a venda do que trabalhar sem ganhar o suficiente. Além do que não acho interessante ficar conhecida como “aquela pessoa que faz bolos baratos”.

Na verdade, um bolo decorado, bem feito do começo ao fim, não pode ser barato. O bolo é a principal atração na mesa, e ficará eternizado em fotos do evento. Portanto, especialize-se, faça o melhor possível e cobre o  justo pelo seu trabalho. Você vai ficar surpresa em ver como os clientes vão reconhecer o valor quando você fizer o mesmo.

Qual o tamanho ideal de forma de bolo?

Ou a forma era muito grande para a massa, ficando um bolo fino e provavelmente seco; ou a forma era pequena, transbordando a massa para fora da forma e sujando o forno. FORMA REDONDA.

Tamanho da forma Quantidade em xícaras
15 x 5 cm 4 xícaras
20 x 4 cm 4 xícaras
20 x 5 cm 6 xícaras
23 x 4 cm 6 xícaras

.

Qual é o tamanho de um mini bolo?

Mini bolo no tamanho ideal 10cm X 10 alt, rende de 8 a 10 fatias.

Como calcular o valor de um produto feito em casa?

Qual o valor de um bolo de milho?

R$ 21,90.

Quantos bolos caseiros vende uma loja por dia?

Irms comearam pelas feiras e depois se fixaram – Quanto Custa Um Bolo Caseiro Daniela e Roberta Pessuti administram a Fome de Bolo Foto: /MARIANA CARLESSO/JC As irmãs Daniela e Roberta Pessuti, de 32 e 37 anos, à frente da Fome de Bolo , participaram de feiras por cerca de seis meses antes de abrir o negócio, em 2015. “Fazíamos em casa e vendíamos na rua. Era uma escola de empreendedorismo”, lembra Roberta. Ela e a irmã estavam decididas a trabalharem por conta. Quando se mudaram de Ribeirão Preto para Porto Alegre, selecionaram receitas da família e começaram a testar. A feira, recordam, ajudou também a perceber as preferências dos gaúchos.

Assim, uma das mudanças apontadas por elas para o paladar daqui foram os ingredientes do bolo de fubá que a mãe, dona Rosa, fazia com erva-doce, mas que não teve boa aceitação na Capital. No começo, eram 15 sabores; hoje, são mais de 40.

“Outros detalhes que tivemos que implantar são mais específicos, como opções veganas, sem farinha e leite”, comenta Daniela. Recentemente, lançaram o Bolo da Paz, à base de canela, com menção à Maria da Paz, personagem boleira de Juliana Paes na novela A dona do pedaço.

  1. No início, elas buscavam um ponto fixo que coubesse no bolso e o encontraram na rua Fernandes Vieira, no bairro Bom Fim;
  2. “Tínhamos 15 metros quadrados, divididos entre loja e produção;
  3. Depois, uma loja de roupas se mudou e pegamos o espaço para ampliar”, explica Roberta;

Há, ainda, uma unidade no formato café da Fome de Bolo na avenida Otto Niemayer, na Zona Sul, onde são servidos salgados, doces e os bolos da marca. A Fome de Bolo ampliou a equipe e, hoje, conta com sete colaboradores. A média de venda no inverno – a melhor época – é de 230 itens por dia, sendo destes, 180 bolos.

Os que mais têm saída são os de cenoura com brigadeiro e o de aipim com coco. O cardápio também é recheados com brigadeiros de bolo, bolos pudim, cake pop, cupcake, rocambole, bolo de ponto e bolo de rolo, um prato nordestino.

Elas encontraram um modo de fidelizar os clientes com três a quatro promoções mensais. O cliente que comprava um bolo, ganhava um imã de geladeira e, ao acumular 10, trocava por um bolo. O sistema, agora, é por pontos, cada R$ 1,00 vale um ponto, e a troca pode ser realizada a partir de 50 deles.

A iniciativa, destacam, ajuda a mapear as preferências dos consumidores. Ambas as sócias são formadas em áreas distintas – Daniela, em Artes, e Roberta, em Educação Física. Elas afirmam que herdaram a veia empreendedora dos pais, que tiveram comércios.

A intenção das duas é franquear a marca em 2021, por isso um consultor está ajudando na organização. Em 2020, pretendem lançar outra unidade, sem endereço definido, para testar a ideia. “Queremos ser uma franquia redonda, bem certinha, que não abra e, daqui a pouco, já feche”, diz Daniela.