O Que Fazer Quando Nao Tem Fermento Para Bolo?

O Que Fazer Quando Nao Tem Fermento Para Bolo
Qual a melhor forma de remediar um bolo sem fermento? – A melhor forma de remediar um bolo sem fermento, no caso de ter ficado um pouco embatumado, é tentar reaproveitar a massa. Então minha dica é cortar o bolo em fatias finas, como se fosse servir mesmo, e levar novamente ao forno.

Asse em forno baixo (150º) até que as fatias fiquem bem douradas. Em seguida, você pode fazer uma calda de goiabada. É só derreter alguns pedacinhos de goiabada em ½ xícara de açúcar e regar por cima das fatias.

Todos irão amar e nem perceberão que o bolo teve embatumado. 😉 Outra ideia que funciona bem é fazer um delicioso pavê com o bolo solado , já pensou nisso? Basta esfarelar o bolo todinho, fazer um creme e uma deliciosa ganache de chocolate e montar o pavê com bis ou bolachas Champagne.

Contents

O que pode substituir o fermento em pó?

COMPOSIÇÃO DO FERMENTO – O fermento que compramos no mercado é, basicamente, uma mistura de bicarbonato de sódio com ácidos. Quando essa mistura entra em contato com a massa do bolo, ela já começa é acionada e, no forno, age deixando a massa fofinha e crescida.

O que fazer se esquecer de colocar fermento no bolo?

Esqueci de colocar fermento no bolo. Posso colocar antes de levá-lo ao forno? – Se você não tiver colocado o fermento na hora do preparo da massa e ela ainda não tiver entrado no forno, não há com o que se preocupar. Ainda é possível adicionar o ingrediente à receita.

Para tal, basta pegar a colher do produto e, com cuidado, polvilhá-lo por cima do conteúdo do bolo. Uma vez feito esse processo, pegue uma colher ou um garfo e comece a misturar o pó químico com a massa até que tudo fique homogêneo.

Bata em pequenos círculos, imitando o movimento de uma batedeira. No caso de uma forma redonda, é interessante girar a forma, ao invés de movimentar a mão. Faça esse processo de forma leve e tranquila, até que o fermento se una à massa. Depois disso, leve ao forno e deixe assar que seu bolo crescerá normalmente.

Pode usar Maizena no lugar do fermento?

Ingredientes –

  • 1 colher de sopa (15 g) de bicarbonato de sódio.
  • 2 colheres de sopa (10 g) de cremor tártaro.
  • 1 colher de chá (3 g) de amido de milho (opcional).

Corresponde a 3 colheres de sopa (40 g) de fermento.

  • 1 colher de chá (4,5 g) de bicarbonato de sódio.
  • ¼ colher de chá (1 ml) de suco de limão.

Corresponde a 1 colher de chá (15 g) de fermento.

  • ¼ colher de chá de bicarbonato de sódio.
  • ½ xícara (125 g) de iogurte grego comum ou ½ xícara (120 ml) de leitelho.

Corresponde a 1 colher de chá (15 g) de fermento.

  1. 1 Misture uma colher de sopa (15 g) de bicarbonato de sódio e duas colheres de sopa (10 g) de cremor tártaro. Com um fouet pequeno, bata bem os dois pós. O cremor tártaro vai reagir com o bicarbonato de sódio, criando o fermento em pó.
    • Para encontrar cremor tártaro, dê uma olhada na seção de ingredientes para bolos do supermercado mais próximo da sua casa.
  2. 2 Use a mistura imediatamente ou guarde-a em um recipiente com tampa. Opte por um pote de plástico e guarde o fermento no armário da cozinha. Não deixe entrar umidade no pote para que a mistura não fique encaroçada.
    • O fermento tem validade indeterminada. Para saber se ele está fresquinho, vire água quente na mistura e espere ela borbulhar.
  3. 3 Adicione uma colher de chá (3 g) de amido de milho para que a mistura não encaroce. A não ser que você o adicione imediatamente a uma receita, o fermento caseiro pode acabar ficando encaroçado e difícil de usar. Para que isso não aconteça, misture uma colher de chá (3 g) de amido de milho ao pó com um fouet. Publicidade
  1. 1 Adicione uma colher de chá (4,5 g) de bicarbonato de sódio aos ingredientes secos da massa. Bata bem o bicarbonato junto com os outros ingredientes secos em uma vasilha.
  2. 2 Vire ¼ de colher de chá (2 ml) de suco de limão sobre os ingredientes molhados. Ponha os ingredientes molhados, como os ovos e o leite, em uma outra vasilha, longe dos ingredientes secos.
    • O suco de limão pode afetar o sabor da massa se usado em excesso. Evite-o se não quiser deixar a massa com um gostinho cítrico.
  3. 3 Misture os ingredientes secos e molhados conforme a receita. Bata a massa em uma vasilha, combinando o bicarbonato e o suco de limão para causar a reação que vai dar origem ao fermento.
    • O fermento produzido dessa forma só age uma vez. O que é vendido nos supermercados costuma ter ação dupla, o que significa que ele faz a massa crescer quando é misturado aos outros ingrediente e no forno. Asse a massa assim que adicionar o fermento.

    Publicidade

  1. 1 Adicione uma colher de chá (4,5 g) de bicarbonato de sódio aos ingredientes secos. Mantenha os ingredientes secos e os molhados em vasilhas separadas. Com um fouet, misture o bicarbonato de sódio com os ingredientes secos.
  2. 2 Use meia xícara (125 g) de iogurte grego ou meia xícara (120 ml) de leitelho. Ambos os laticínios são fermentados e vão produzir a reação necessária para criar o fermento. Opte por um produto simples e sem sabor para não afetar o gosto da massa e misture o laticínio escolhido com os ingredientes molhados.
    • Dê uma olhada na seção de laticínios do supermercado para encontrar o leitelho ou o iogurte grego.
  3. 3 Reduza a quantidade dos outros líquidos usados na receita. O leitelho e o iogurte vão deixar a massa aguada se você não alterar a quantidade dos outros ingredientes. Ajuste-a até remover meia xícara (120 ml) dos ingredientes molhados.
    • Caso a receita peça algum outro laticínio, comece a reduzi-la por ele. Em seguida, ajuste os níveis dos extratos e saborizantes.
    • Isso pode afetar o sabor e o tempo de preparo da massa.
  4. 4 Combine os ingredientes secos e molhados conforme exigido pela receita. Misture os ingredientes em uma das vasilhas para dar início à reação que vai produzir o fermento.
    • Use a massa imediatamente para que o fermento tenha a ação esperada.

    Publicidade

Como substituir pó Royal por bicarbonato?

Para 1 colher de chá de fermento você combina 1⁄2 colher de chá de bicarbonato com 1⁄4 de colher de chá de ácido (suco de limão, laranja, vinagre, etc). Ou, para ficar mais fácil: 2 partes de bicarbonato com 1 parte ácido.

Pode usar bicarbonato no lugar do fermento?

O fermento é uma mistura de bicarbonato de sódio com outros elementos químicos, como ácidos e amidos. Sendo assim, o bicarbonato pode substituí-lo, mas só em partes.

Como ativar bicarbonato?

Porque fermento faz mal?

O fermento faz mal para a saúde?  – Apesar do fermento químico conter grande quantidade de bicarbonato de sódio, e o consumo exagerado ser um aliado da hipertensão, o ingrediente é ingerido em pequenas porções e misturados nas receitas, ou seja, não o consumimos de forma pura.

O que acontece se a pessoa comer fermento?

A questão do inchaço – A PhD e professora-assistente de nutrição, Rachele Pojednic, também afirmou que o uso médico mais comum para o fermento em pó (bicarbonato de sódio) é como um antiácido. Pojednic explicou que tomar um antiácido como o fermento em pó neutraliza o ácido – que pode chegar ao esôfago ou ao trato digestivo causando irritação depois de uma refeição rica em proteínas ou gorduras – e alivia a irritação provocada pelo ácido.

  1. Por outro lado, o uso do fermento em pó (bicarbonato de sódio) como antiácido já foi associado a prejuízos para a saúde, como você irá conferir mais abaixo;
  2. Consulte um médico antes usar o produto como um antiácido para evitar problemas;

Entretanto, tomar o fermento em pó pode causar mais inchaço (sintoma que dá a impressão de que o corpo encontra-se mais volumoso), embora esse seja um efeito de curto prazo. Continua Depois da Publicidade   No mesmo sentido, ingerir muito fermento em pó (bicarbonato de sódio) pode provocar o inchaço devido ao teor elevado de sódio que é encontrado no produto.

Por exemplo, uma porção de 5 g do fermento em pó químico tradicional da marca Dona Benta contém aproximadamente 321,8 mg de sódio, enquanto 5 g do fermento em pó químico da marca Dr. Oetker possuem em torno de 646,4 mg de sódio.

Vale lembrar que o fermento químico é aquele que contém o bicarbonato de sódio em sua composição. Ainda que o corpo humano necessite do sódio para o controle da pressão arterial e do volume do sangue e para o funcionamento adequado dos músculos, a ingestão de uma quantidade elevada do nutriente não é nada boa para o organismo.

Os adultos saudáveis não devem consumir mais do que 2,3 mil mg de sódio diariamente, indivíduos com pressão arterial alta não devem ingerir mais do que 1,5 mil mg do mineral e quem tem insuficiência cardíaca congestiva, cirrose do fígado e doença renal podem precisa consumir quantias muito menores do que essas.

Já conforme a Associação Americana do Coração, os adultos devem limitar a sua ingestão de sódio para 1,5 mil mg do nutriente por dia. A Escola de Saúde Pública da Universidade de Harvard, nos Estados Unidos, alertou que o excesso de sódio pode provocar problemas como retenção de líquidos (condição que provoca inchaço) , endurecimento dos vasos sanguíneos, pressão arterial alta, ataque cardíaco, acidente vascular cerebral (AVC) e insuficiência cardíaca.

O que acontece se colocar fermento demais na massa?

Massa do bolo afunda – Esse é um dos “sintomas” que mais encontramos e a causa é simples, muito fermento. Quando colocamos mais fermento do que é pedido na receita, o bolo poderá até crescer muito dentro do forno, mas quando retiramos a massa afunda no meio.

O que pode substituir a Maizena na Receita?

O que substitui o amido?

Foto: http://jillee_uploads. s3. amazonaws. com Recentemente gravei uma vídeo colaborativo com a Paula do Presunto Vegetariano , e na receita dela iria um pouco de amido de milho para engrossar a calda do bolo, quando de repente ela me tira da sacola um pacote de polvilho azedo , e logo me explicou que a maisena pode ser substituída por polvilho azedo, e isso me lembrou que muitas vezes podemos não ter esse ingrediente coringa na cozinha, então resolvi passar para vocês alguns ingredientes que podem fazer a vez de espessante em receitas.

  • Polvilho Azedo: Assim como o amido ele possui uma textura aveludada e é uma farinha bem fina, pode ser usado  para engrossar molhos, cremes, sopas e etc;
  • Farinha de Trigo: É uma farinha pesada e precisa ser bem cozida para não deixar gosto de farinha em sua receita, por isso só use quando a receita puder ficar algum tempo no fogo para cozinhar;

Fécula de Batata: A fécula de batata é um ótimo espessante, e diferente do amido de milho ele não deixa a cor opaca, por isso caso queira manter a cor de um molho ou creme brilhosa e viva é o espessante mais indicado. Fécula de Mandioca: Assim como a de batata também não deixa cremes e molhos com a cor opaca e é um ótimo espessante, porém quando usado com essa função deve ser usado sempre o dobro do que seria em amido de milho, ou seja: Se a receita pedir ¼ xícara de amido de milho troque por ½ xícara de fécula de mandioca). .

O que é feito a Maizena?

O que é o amido de milho? – Como o próprio nome diz, o amido de milho é derivado do milho. O milho é dividido em três partes: casca, gérmen e endosperma. Para fazer o amido de milho, apenas a endosperma é utilizada, onde estão concentrados o amido e a proteína.

Qual é a função do bicarbonato no bolo?

Tanto o fermento em pó quanto o bicarbonato têm a função de fazer crescer e dar leveza à massa. Ambos liberam gás carbônico, formando bolhas que fazem a massa criar volume. Quando submetido ao calor, o bicarbonato de sódio também produz carbonato de sódio.

Qual o mal que o bicarbonato faz?

Bicarbonato de sódio faz mal? – Além dos casos que listamos acima, em que é preciso tomar cuidado com a quantidade ou com a forma como você usa o bicarbonato , há também algumas situações em que o sal não é indicado e pode até fazer mal. É o caso de grávidas e pessoas com pressão alta , que devem evitar a ingestão do bicarbonato em fórmulas simples – como é o caso da mistura de bicarbonato e água para azia , mas se você só quiser comer um bolo de chocolate com bicarbonato de sódio então tudo bem.

O ideal é consumir só um pouco de bicarbonato, se possível. No caso de algumas grávidas, o bicarbonato pode levar a um aumento de pressão – já que o produto é um sal. Esse é também o motivo pelo qual pessoas com tendência a pressão alta devem prestar atenção às quantidades ingeridas ou evitar o bicarbonato.

O bicarbonato também pode fazer mal para pacientes com edemas e não deve ser utilizado em crianças menores de 6 anos. Por conter sal e liberar CO2 quando é metabolizado, pacientes com lesão ou insuficiência renal que tenham histórico de retenção de líquidos devem tomar cuidado na hora de usar o produto.

Se a pessoa tiver predisposição à retenção de líquidos e usar doses altas, o bicarbonato pode provocar edemas. Náusea e vômitos também são sintomas comuns. Pode ocorrer também a diminuição da urina e da absorção dos anticoagulantes.

Quando quiser usar o bicarbonato de sódio como remédio , o ideal é passar por uma avaliação médica antes. Se usado do jeito certo e em doses moderadas, o bicarbonato de sódio não faz mal .

Qual a diferença entre fermento e bicarbonato de sódio?

Para que servem? – O bicarbonato de sódio é um sal de sódio do ácido carbônico, muito utilizado para fermentação de massas e também para limpeza, como no auxílio da remoção de manchas. Já o fermento em pó é uma mistura de bicarbonato de sódio com amido e outros ácidos, por esse motivo é muito utilizado em bolos.

  1. Na culinária, ambos liberam gás carbônico e formam bolhas que fazem a massa criar volume, mas a principal diferença entre eles é o tempo de reação na massa;
  2. O bicarbonato, quando faz o gás carbônico ser liberado na hora em que entra em contato com a massa crua;

O fermento em pó só atinge o seu potencial quando entra em contato com o calor dor forno. É por isso que ele é o último ingrediente a ser colocado na receita.

O que pode ser usado no lugar do bicarbonato?

Baixe em PDF Baixe em PDF Não é nada legal perceber que não tem bicarbonato de sódio em casa no meio de uma receita. Felizmente, há alguns substitutos que podem ser usados no lugar desse produto. Verifique se há fermento ou farinha com fermento na despensa e use esses produtos. Como o bicarbonato de sódio reage de formas específicas com outros ingredientes, é uma boa ideia fazer ajustes nos tipos de líquidos que estiver usando.

  • Alterar a forma de preparação de uma receita também pode fazer com que a substituição seja eficaz;
  • Truques como bater os ovos antes de adicionar a farinha de trigo pode garantir que a receita acabe funcionando;

Com alguns ajustes, sua receita ainda pode ficar ótima mesmo sem o bicarbonato de sódio.

  1. 1 Use o triplo da quantidade de fermento. Um dos substitutos mais fáceis para o bicarbonato de sódio é o fermento. Se você tiver o produto na despensa, simplesmente adicione o triplo da quantidade da receita. Por exemplo, se pedir uma colher de sopa de bicarbonato de sódio, adicione três colheres de sopa de fermento.
    • Essa substituição pode acontecer em qualquer receita que peça o bicarbonato de sódio.
  2. 2 Use farinha de trigo com fermento. Se você também não tiver fermento comum em casa, veja se tem farinha com fermento. Esse produto contém uma pequena quantidade de fermento e também pode ser usado como substituto do bicarbonato de sódio. Simplesmente use como substituta da farinha regular.
  3. 3 Misture bicarbonato de potássio com sal. Se não tiver os ingredientes para usar como substitutos, veja na sua caixa de remédios se há bicarbonato de potássio. Esse medicamento às vezes é usado para tratar condições como refluxo ácido ou hipertensão. Para cada colher de chá de bicarbonato de sódio na receita, adicione uma colher de chá de bicarbonato de potássio misturado com um terço da colher de chá de sal.
    • Isso geralmente funciona melhor para fazer biscoitos. Pode não servir para receitas de bolos, panquecas, muffins e outros produtos assados.

    Publicidade

  1. 1 Omita o sal quando for usar fermento. O fermento já contém sal, portanto, é uma boa ideia omitir ou reduzir a quantidade do ingrediente na receita se você for substituir o bicarbonato de sódio pelo fermento para que resultado não fique muito salgado.
  2. 2 Ajuste os líquidos ao usar fermento. O bicarbonato de sódio é feito para interagir com os ingredientes ácidos. Se você o substituir por fermento, substitua também qualquer líquido ácido pelos não ácidos. Os líquidos ácidos incluem creme azedo, iogurte, vinagre, leitelho, melaço e sucos cítricos.
    • Por exemplo, se a receita pedir uma xícara de leitelho, use uma xícara de leite integral.
  3. 3 Use água e limão para os sabores cítricos. As receitas que usam bicarbonato de sódio geralmente contêm líquidos cítricos, como suco de limão ou de lima. Nesse caso, adicione sabor à água com uma pequena quantidade de limão ou lima ralada e use como substituto para preservar o sabor cítrico. Publicidade
  1. 1 Bata os ovos antes de adicionar a farinha de trigo. O bicarbonato de sódio adiciona carbonação na receita. Bater os ovos antes de usar a farinha de trigo pode aumentar a quantidade de bolhas produzidas e as chances do substituto funcionar bem.
  2. 2 Adicione um pouco de uma bebida carbonada na massa. Se você tiver esse tipo de bebida em casa, como cerveja, adicione um pouco na massa para dar carbonação e ajudar a substituição a funcionar corretamente.
  3. 3 Use farinha com fermento em panquecas americanas. Mesmo se você tiver algum outro substituto do bicarbonato de sódio, ainda deve usar a farinha com fermento quando não tiver o bicarbonato para fazer panquecas, que podem ficar mais densas sem o produto. A farinha com fermento as deixará mais fofas. Publicidade

Qual é o fermento químico em pó?

A diferença entre fermento biológico e fermento químico está na constituição, pois o primeiro é formado por leveduras, e o segundo, por bicarbonato de sódio. O fermento é um componente muito importante na panificação. Pães, bolos, pizzas, broas e outras quitandas são preparados com o uso do fermento.

  • Mas se você fosse fazer um pão francês, qual fermento usaria? O fermento biológico ou o fermento químico? E no caso de um bolo, qual seria o ideal? Bem, vejamos a diferença entre fermento biológico e fermento químico para responder a essas perguntas;

Ambos são responsáveis pelo processo de fermentação que faz as massas dos alimentos crescerem, mas a constituição desses fermentos é totalmente diferente e, consequentemente, o processo de fermentação também. * Fermento Biológico: Esse fermento é composto de levedos ou leveduras (normalmente Sacharomyces cerivisae ), que são micro-organismos unicelulares que se reproduzem ao alimentarem-se principalmente de glicose e em temperaturas que variam entre cerca de 30 ºC e 50 ºC.

Quando compramos o fermento biológico, ele encontra-se refrigerado, e devemos mantê-lo assim até que ele seja usado (em temperaturas entre 1 e 8 ºC — não pode ser abaixo de zero porque isso danificaria as células da levedura e diminuiria sua atividade fermentativa).

Em baixas temperaturas, os levedos, como se “hibernassem”, ficam inativos. Podemos dizer que, em temperaturas abaixo de 10ºC, as leveduras ficam adormecidas, mas acima de 55 ºC, elas suspendem sua atividade. Quando adicionamos o fermento biológico à massa em temperatura ambiente, os levedos começam a entrar em ação e alimentam-se da glicose presente tanto na farinha de trigo quanto no açúcar.

  1. A farinha de trigo possui o amido , que é um polissacarídeo formado por moléculas de glicose unidas de duas maneiras diferentes;
  2. O açúcar (sacarose) é um dissacarídeo formado pela união de glicose e frutose;

Assim, as enzimas dos micro-organismos presentes no fermento biológico quebram as ligações entre as moléculas que formam o amido e a sacarose, obtendo, assim, a glicose livre. A glicose é obtida por meio do amido da farinha de trigo ou por meio do açúcar Ao alimentarem-se da glicose, os levedos formam vários produtos que conferem o sabor e a textura do pão, tais como alguns álcoois, cetonas e aldeídos. Mas o principal produto que é o responsável pelo crescimento da massa é o dióxido de carbono (CO 2 ). Não pare agora. Tem mais depois da publicidade 😉 Isso é mostrado na equação química a seguir que representa essa reação que ocorre na massa: C 6 H 12 O 6 (s) + enzima → 2 C 2 H 5 OH (l) + 2 CO 2 (g) glicose etanol gás carbônico O gás carbônico liberado junta-se às bolhas de ar que são formadas quando o padeiro está sovando a massa, que se expande e tem seu volume, consequentemente, aumentado.

O etanol produzido na reação acima evapora quando a massa é levada ao forno, por isso não o consumimos no alimento final. No entanto, se essa massa com fermento biológico for levada diretamente ao forno, a elevada temperatura matará os levedos, e a massa não crescerá.

É por isso que, antes de a massa de pão ser levada ao forno, ela precisa ser deixada em repouso por certo tempo. O tempo ideal para o trabalho das leveduras é de aproximadamente uma hora. Por isso, o fermento biológico é o mais indicado para a produção do pão francês.

  • Outro cuidado importante é não bater o fermento biológico no liquidificador porque isso mata as leveduras;
  • * Fermento químico: Esse é aquele fermento em pó branco;
  • O seu componente principal é o bicarbonato de sódio , um sal também chamado de hidrogenocarbonato de sódio ou carbonato ácido de sódio , cuja fórmula química é NaHCO 3;

Ao ser aquecido, o bicarbonato de sódio sofre decomposição, conforme a equação química a seguir: 2 NaHCO 3 → Na 2 CO 3 + H 2 O + CO 2 Observe que um dos produtos formados é o dióxido de carbono. Assim, ao contrário do fermento biológico, o fermento químico não possui leveduras.

Ele faz a massa crescer porque é levado ao forno e produz o dióxido de carbono, que expande, aumentando o volume da massa. Essa reação só acaba quando todo o fermento reage. Por isso, o fermento químico é mais indicado para a produção de certos pães especiais, bolos, broas, biscoitos, bolachas e a maioria das quitandas.

Ao contrário do fermento biológico, não é recomendável que o fermento químico seja refrigerado, mas como normalmente a sua embalagem indica, ele deve ser mantido em ambiente seco e longe de umidade, ou seja, fora da geladeira.

Pode usar o fermento químico no lugar do biológico?

–  July 28, 2020 Posso substituir fermento biológico seco por fermento biológico fresco ou vice-versa? Sim. Mas atenção: a quantidade muda. 15 g de fermento fresco (um tablete) equivalem a 5 g do fermento seco (1 ½ colher (chá)). Use sempre essa equivalência na hora de calcular a quantidade. Veja aqui receitas de pão Assista à série Maratona do Fermento Natural Posso usar fermento de bolo pra fazer pão? Não, com poucas exceções.

  • Fermento químico serve para fazer bolo;
  • Algumas receitas específicas de pão no Panelinha levam fermento químico: piadina , piadina integral e pão rápido integral;
  • Para todas as outras, é o biológico mesmo;

Posso usar farinha com fermento? Não. Para as receitas de pães é muito importante saber a quantidade exata e o tipo de fermento. E isso é impossível com farinhas com fermento. Posso substituir o leite pela água? Trocar a farinha de trigo por parte integral, de arroz…? As receitas são balanceadas de acordo com a composição dos ingredientes.

  1. A substituição leva a mudanças na textura, sabor, no resultado final da receita;
  2. No caso da farinha integral, você pode substituir até 50% da quantidade da farinha, mas vai alterar bastante a textura do pão;

Meu pão não cresceu 🙁  Que chato! Primeira coisa: verifique se o fermento está dentro da validade. Fermento vencido não funciona. Usou as medidas indicadas na receita? Lembrando que elas têm que ser medidas com os medidores padrão. Seguiu os tempos indicados na receita, especialmente de sova e fermentação? Será que seu forno estava na temperatura certa? É preciso conhecer seu forno.

Eles têm diferenças de temperatura, de chama. Uma alternativa é utilizar um termômetro próprio para o forno. Tem que sovar mesmo?  Na maioria das receitas é essencial para que a massa fique elástica e o pão cresça.

Em algumas receitas, a sova dá lugar a uma longa fermentação. É o caso do pão italiano sem sova. Mas as proporções da receita são bem diferentes (não funciona pegar outra receita e usar os tempos do pão sem sova). O importante na sova é a repetição do movimento (não precisa fazer força).

  • Se preferir, pode utilizar a batedeira, atenção: use o gancho para massas, verifique a capacidade da batedeira e atente para o tempo de sova que é mais rápido (siga características da massa indicada na receita) Complete seu arsenal de padeiro na loja Panelinha Tem receita de pão feito na frigideira (ou fogão);

Não quero usar o forno. Sim. Piadina , piadina integral , chapati , chapati integral e pão asiático de frigideira. Como armazenar o pão depois de pronto? Os pães de casca grossa (exemplo: pão italiano) podem ser embrulhados num pano de prato limpo ou armazenados num saco próprio para pães.

  1. Os pães mais macios (exemplo: pão de batata-doce, chapati), podem ser guardados dentro de um saco bem fechado, duram 3 dias e devem ser armazenados longe do calor e da umidade para evitar que mofem;
  2. Pode congelar: a massa ou o pão pronto? Pão pronto: sim;

No caso de pães grandes, congele as fatias. Na hora de consumir, descongele na frigideira tampada, com uma borrifada de água. Massa crua: sempre que for possível, haverá indicação na receita. Ex. massa de pizza. Pode deixar a massa descansar/fermentar na geladeira? Sim.

O ideal é deixar que a massa descanse por 30 minutos em temperatura ambiente antes de levar para geladeira. Em casos onde a massa tem duas fermentações, leve para geladeira na segunda fermentação. Tem que preaquecer o forno? Sim.

Assar em uma temperatura correta leva ao resultado desejado. Para tanto, conheça o seu forno e as variações que ele pode apresentar (se é à gás ou elétrico, se esquenta mais de um lado que do outro, se apresenta chama mais intensa…). Siga também as características indicadas na receita (exemplo: até crescer e dourar).

Para fazer “pães cascudos”: qual panela posso usar? Pode utilizar panelas de inox, cerâmica, pedra sabão, ferro. A panela só não pode ter partes que derretam, como cabos ou alças plásticas, tampa com pegador de plástico.

Também pode emborcar uma tigela de inox sobre assadeira cobrindo o pão. Como saber se o pão já assou? O truque é depois de tirar do forno o pão, com cuidado e segurando com um pano de prato limpo, dê batidinhas no fundo. O pão deve fazer um barulho oco. Por que o pão racha ao assar? Pães que não tem corte ou pestana, podem rachar por não terem fermentado tempo suficiente ou fermentado demais – com isso o pão não estrutura e ao crescer no forno, racha.

O que é o fermento seco?

Fermento biológico seco instantâneo – Geralmente encontrado em saquinhos de 10, 25, 50 ou 100 gramas, esse fermento possui uma forma de pó mais granulado e é criado por meio da secagem do biológico fresco. Ele possui um emulsificante em sua composição, o monoestearato de sorbitana, além das leveduras.

  1. Sua umidade varia de 7% a 9% e, por isso,  sua durabilidade é maior, chegando até 6 meses se conservado fora da geladeira, em um ambiente arejado;
  2. Possui maior teor de agentes fermentadores, assim, sua utilização deve ser em uma proporção de ⅔ da quantidade do fresco;

Para utilizá-lo, basta misturar diretamente à   farinha. Em outros casos, faz-se uma reidratação na água por aproximadamente 15 minutos. Também pode ser utilizado na fermentaçao indireta, como pré-fermento, misturado a farinha e água. Nesse caso, dependendo da hidrataçao, proporçao de fermento/farinha ou tempo de preparo, recebe nomes diferentes, tais como esponja, poolish e biga.